Na casca de uma caracol simplesmente lunática... <p> <p> Qualquer semelhança com a realidade é um simples delírio...
Quarta-feira, 11 de Outubro de 2006
Apetece-me amar

Apetece-me amar.
Não interessa quem, pode ser qualquer um.
Apenas não me quero sentir só nesta cama, nesta noite, neste inverno, nesta vida.

Apetece-me amar.
Venha quem vier será bem-vindo.
Beijarei a sua alma como agradecimento.

Apetece-me amar e que finjam que me amam.
Já que fingimos a vida toda sermos felizes, finjamos que pertencemos um ao outro, para sempre!

Apetece-me amar.
Hoje, agora.
Por favor


sinto-me: sozinha

publicado por Caracol às 20:38
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Praia da Claridade a 11 de Outubro de 2006 às 21:21
Interessante post sobre o amor, a necessidade de amar...
Quanto a caracóis tenho comido alguns... acompanhei que mos ofereceu... Não fui daqueles que dizem "não gosto" mesmo sem nunca ter provado !
Mas nada mau... bem temperadinhos, porque não ?!...
Agradeco a visita ao meu cantinho, se não me engano é já a segunda e ainda não tinha retribuído, as minhas desculpas...
Continuação de boa semana.


De Praia da Claridade a 12 de Outubro de 2006 às 01:00
Gostei de saber que Caracol me adicionou à lista de amigos, o que agradeço sinceramente !
Filipe


Comentar post

Este caracol
pesquisar
 
Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Caracoladas recentes

Sad StormBrain

Eu Vivo

Up-date

Insónia

Para ti que me vês (,) am...

Uma tristeza, apenas

Já começou o Inverno

Arquivos encaracolados

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

caracoladas

Histórias do Caracolinho

caracol no espeto

Caracóis amargos

todas as tags

Outros caracóis
Divirta-se com o Sapo
blogs SAPO
subscrever feeds